▪ PEELINGS QUIMICOS 

Peelings químicos consistem na aplicação de agentes que destroem as camadas superficiais da pele, seguindo-se, então, da sua regeneração, com uma aparência geral melhorada. É uma forma de esfoliar e acelerar a renovação da pele. Pode ser superficial, médio e profundo. Os peelings superficiais precisam ser feitos em séries, e sua descamação costuma ser fina, enquanto os médios e profundos são realizados em aplicações únicas, com descamação mais intensa e formação de crostas. Cada paciente deve ser avaliado pelo dermatologista que indicará o melhor tratamento. 

São utilizados para atenuação de rugas, manchas e cicatrizes; na diminuição das lesões pré-malignas como as queratoses actínicas e no auxílio do tratamento da acne. 

▪ PREENCHIMENTO 

O preenchimento é um procedimento realizado para repor volumes que se perdem e reparar imperfeições adquiridas ao longo da vida, como as cicatrizes. O principal objetivo dos preenchedores é repor o volume da face, melhorar seus contornos e formas. O ácido hialurônico é o principal preenchedor utilizado hoje, o corpo humano fabrica esta substância, capaz de manter as formas e contornos, mas essa produção cai com o passar dos anos. Após a aplicação do produto, a área pode ficar levemente avermelhada e inchada. Contraindicações e uso de medicação rotineira devem ser informados ao médico. O risco de alergias é raro. Os preenchedores são usados em combinação com outros procedimentos para melhorar o resultado final, como o uso de toxina botulínica e de peelings. 

▪ MICROAGULHAMENTO 

O microagulhamento é um procedimento que consiste em microperfurações da pele com finas agulhas metálicas. Seu princípio é semelhante ao da acupuntura, porém, localizado e múltiplo, produzindo efeito apenas na área tratada. Seu resultado mais proeminente é a indução de colágeno e de outras fibras naturais na pele, bem como o espessamento da epiderme. A técnica pode ser feita por rollers (mais comum), canetas elétricas ou carimbos. A técnica mais popular é a minimamente invasiva, na qual o procedimento é realizado apenas com creme anestésico. Usualmente,oferece resultados após uma sequência de aplicações em intervalos regulares (comumente mensais). 

Para fazer o Microagulhamento o paciente não deve estar com a pele bronzeada nem apresentar infecções locais. Câncer da pele na área tratada ou nas proximidades também contraindica a técnica. A recuperação costuma ser rápida. 

As principais indicações do microagulhamento são: cicatrizes, especialmente as de acne, estrias, envelhecimento e flacidez, calvície, melasma e drug delivery em geral. 

▪ TOXINA BOTULÍNICA TIPO A 

Injeções neuromoduladoras de toxina botulínica tipo A podem melhorar linhas de expressão, rugas profundas entre as sobrancelhas, perto do nariz, na testa e nos cantos dos olhos. A toxina botulínica atua como um bloqueio da musculatura subjacente das linhas indesejadas, prevenindo expressões “enrugadas”. A toxina botulínica é injetada diretamente no músculo-alvo para o tratamento de linhas verticais entre as sobrancelhas e na ponte do nariz; linhas de estrabismo ou pés-de-galinha nos cantos dos olhos; linhas horizontais na testa e nas bandas do músculo platisma, conhecido como pescoço de peru. Outro uso é para o reposicionamento das sobrancelhas, o músculo é enfraquecido e relaxado, para não contrair. Esse tratamento também previne de se formem novas rugas. 

 

O tratamento envolve injeção de quantidades muito pequenas de toxina botulínica nos músculos subjacentes para imobilizá-los. O tratamento atual é bem tolerado, rápido e a recuperação é mínima. Alguns efeitos colaterais permanecem por cerca de três a sete dias após o procedimento. E o efeito da toxina no músculo perdura por cerca de três a quatro meses até que desaparece gradativamente e ação muscular retorna. Com aplicações em intervalos regulares, pode ocorrer de o músculo enfraquecer, dessa forma, as aplicações passam a durar mais tempo. 

 

Outras indicações: A transpiração excessiva pode aliviar com injeções altamente diluídas da toxina botulínica, diretamente na pele das axilas ou na pele nas palmas das mãos e plantas dos pés. Há paralisação das glândulas sudoríparas da pele que são responsáveis pela transpiração excessiva. Uma única sessão de tratamento pode fornecer meses de alívio, e os especialistas acreditam que as injeções podem ser repetidas indefinidamente, uma ou duas vezes por ano. 

 

▪ DRUG DELIVERY 

Técnica para facilitar a entrada e potencializar a penetração de ativos no corpo ou no rosto, reduzindo não só o tempo necessário para que o resultado apareça como o número de sessões do tratamento em questão. 

Assim, o drug delivery permite a entrega eficaz de moléculas terapêuticas em variados alvos da pele. O estrato córneo (camada mais superficial da pele) é a mais importante barreira e o limitante na penetração dos princípios ativos. Para se ter uma idéia da capacidade dessa barreira, apenas cerca de 0,03% de um produto aplicado topicamente consegue chegar nas camadas mais profundas. As microperfurações da técnica de drug delivery têm a função de vencer essa barreira natural, entregando os medicamentos mais profundamente e de forma concentrada. 

Todo dispositivo que provoque uma perda da integridade da epiderme (primeira camada da pele) pode agir como um drug delivery. O procedimento pode ser feito por meio de microagulhamento ou dermaroller (rolinho cheio de agulhas); Mesoterapia, intradermoterapia ou laser. O drug delivery é indicado para tratamento de manchas, rugas, flacidez, rejuvenescimento, poros abertos, cicatrizes, estrias, cicatrizes de acne, olheiras e queda de cabelo. O tratamento deve ser realizado em consultório médico com todos os cuidados de assepsia e esterilização. 

▪ LASER 

O termo Laser corresponde à sigla inglesa para Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation. Na prática, é uma tecnologia que produz radiação eletromagnética utilizada com diversas finalidades. Na Dermatologia, esta forma de energia atinge determinado “alvo” na pele promovendo sua modificação física, química ou biológica. Os “alvos” podem ser um pigmento do próprio organismo como a melanina (presente nas manchas de sol), a tinta de uma de tatuagem ou até mesmo a água, como acontece com os lasers fracionados que estimulam a produção de colágeno novo por meio do aumento de temperatura. Atualmente os lasers são amplamente utilizados nos tratamentos dermatológicos. As suas principais indicações são: 

 

Melanoses solares: são manchas escuras, arredondadas, localizadas normalmente em áreas expostas ao sol (mãos, antebraços, face e colo) que podem ser tratadas com Luz Intensa Pulsada ou com uma variedade de lasers ablativos (causam pequenas lesões na pele) ou não ablativos. 

 

Melasma: são manchas escuras, geralmente na face, mais frequente nas mulheres e relacionadas a fatores genéticos, hormonais (gravidez e uso de anticoncepcionais, por exemplo) e ambientais (exposição solar desprotegida). Nestes casos, apenas alguns tipos de lasers podem ser utilizados com o objetivo de controlar o problema. O melasma tem evolução recorrente e o tratamento deve ser contínuo, sempre associado ao uso regular de cremes clareadores e filtro solar. 

Pigmentos de tatuagem: o arrependimento após a realização de uma tatuagem é muito comum. Pigmentos utilizados como maquiagens definitivas com resultados estéticos indesejáveis também podem ser removidos. As cores escuras (preto e azul, por exemplo) são removidas com maior facilidade que às claras (amarelo, por exemplo). 

Pelos: embora os pelos escuros e grossos sejam os que melhor respondem ao tratamento, atualmente a grande variedade de tecnologias disponíveis permite o tratamento de todos os tipos de pelo (exceto os brancos) em todos os tipos de pele (inclusive negra). Embora existam diferenças entre elas, tanto lasers quanto luz intensa pulsada podem oferecer resultados satisfatórios. 

Lesões vasculares: “vasinhos” na face, colo e pernas podem ser tratados efetivamente com lasers ou luz intensa pulsada. Além dessas lesões menores, outras maiores como os hemangiomas e as manchas “vinho do porto” também podem ser tratadas com estas tecnologias. 

Rejuvenescimento: luz intensa pulsada, lasers ablativos (laser fracionado de CO2, por exemplo) e não ablativos, Infravermelho, radiofrequência e outras tecnologias podem ser utilizadas para melhorar rugas e flacidez da pele na face, pescoço, colo, braços, mãos e pernas. Estas tecnologias também podem ser combinadas para que melhores resultados sejam obtidos. 

Estrias: tanto as estrias “vermelhas” quanto as “brancas” podem ser melhoradas com o uso dos lasers, principalmente os fracionados ablativos e não ablativos. As lesões antigas, largas e “brancas” são as mais difíceis de serem tratadas.

Celulite e flacidez corporal: aparelhos que combinam radiofrequência, infravermelho, ultrassom, ondas acústicas e outras tecnologias podem ser utilizadas para combater a flacidez da pele do corpo e melhorar o aspecto da celulite. Neste caso, uma alimentação adequada e a atividade física regular são fundamentais para a obtenção e manutenção de resultados satisfatórios. 

Gordura localizada: ultrassom, radiofrequência, o resfriamento (conhecido como criolipólise) e o uso de lasers invasivos (conhecidos como laserlipólise) podem ser utilizados para a redução do tecido gorduroso localizado no corpo (abdômen e flancos, por exemplo) e outras regiões como a papada. Nos tratamentos corporais, os hábitos de vida saudáveis também são fundamentais. 

Cabelos: o uso dos lasers de baixa energia e dos LEDs são eficazes para complementar o tratamento de alguns problemas capilares. Isso porque reduzem oleosidade e inflamação, combatem fungos e bactérias e estimulam o crescimento dos fios. 

Estética íntima e outros tratamentos genitais na mulher: atualmente, alguns tipos de lasers (fracionado de CO2, por exemplo) podem ser utilizados para o rejuvenescimento íntimo da genitália feminina, e para o tratamento de algumas alterações funcionais que aparecem na menopausa, como a incontinência urinária. Atualmente, o uso dos lasers e de outras tecnologias relacionadas é fundamental para muitos tratamentos dermatológicos. Técnicas cientificamente comprovadas, aparelhos aprovados pela Anvisa e a capacitação do profissional que irá executá-los são pontos importantes que devem ser avaliados quando desejamos nos submeter a eles. 

ESTÉTICA AVANÇADA 

Agende sua consulta!

Contato

Whatsapp: (21) 97900-7100

email:  dracarolinagasperin@gmail.com